Casa da Árvore

Notícias

LAB Cidade Literária_Acervo ONGCasa da Árvore
04 fev

Flipoços 2016 terá laboratórios de leitura e cultura digital para jovens e professores

Com informações da Assessoria de Comunicação da GSC Eventos Especiais

Em um mundo cada vez mais conectado, quais são os desafios para a formação de novos leitores? Quais os impactos e transformações que a revolução tecnológica digital vem causando na forma como lemos o mundo? Estas são reflexões que vem permeando o desenvolvimento dos projetos educativos da ONG Casa da Árvore nos últimos dez anos e que agora chegam ao FLIPOÇOS 2016 através de uma programação especial. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a GSC Eventos e ONG.

Duas atividades acontecerão na BiblioArte Digital, um espaço dedicado ao desenvolvimento de projetos inovadores de incentivo à leitura e formação de leitores, criado recentemente na Biblioteca Municipal  Centenário em parceria com a Prefeitura Municipal de Poços de Caldas.

Os laboratórios Cidade Literária e Rede de Leitores serão oferecidos respectivamente para jovens estudantes e professores. “Esperamos dar oportunidade para os participantes experimentarem novas formas de se relacionar com a literatura, a partir de suas vivências com a arte e as tecnologias digitais, além de propor uma reflexão sobre que habilidades uma pessoa precisa desenvolver para ser tornar um leitor crítico e sensível do mundo contemporâneo”, destacou a curadora do Flipoços, Gisele Corrêa Ferreira.

O LAB Cidade Literária convida jovens com idade entre 14 e 18 anos a explorarem as possibilidades de expressão artísticas, de articulação e participação social das mídias locativas (ferramentas digitais de geolocalização de informações e cartografia). O desafio proposto é um mapa digital interativo a partir de referências e inspirações literárias sugeridas pela relação das pessoas a cidade. “Existe uma poética latente na relação das pessoas com a cidade. É esta relação que tentaremos expressar a partir desse exercício estético e tecnológico de construir colaborativamente uma obra aberta, inconclusa, como a boa literatura deve ser”, detalhou o coordenador da ONG Casa da Árvore Aluísio Cavalcante.

Esse laboratório conta também com a participação do Professor Hugo Pontes, colaborador do Flipoços, escritor e grande estudioso da história de Poços de Caldas. Pontes contribuirá com a pesquisa e a produção de informação histórico - literária juntamente com os jovens participantes da atividade. Os encontros acontecerão nos dias 02,  09,  16,  23  e  30  de  abril (sábados),  das  14h  às  17h  no  espaço BiblioArte Digital dentro da Biblioteca Centenário – Urca.

Já o LAB Rede de Leitores é uma atividade dedicada a professores, mediadores de leitura, bibliotecários e educadores sociais.  Trata-se de uma formação prática em concepção e mediação de projetos de leitura a partir das redes sociais. Tem o objetivo de auxiliar profissionais da educação a reinventarem suas práticas pedagógicas, inspirando-se nas experiências espontâneas de leitura que crianças, adolescentes e jovens vem construindo a partir de ferramentas e ambientes virtuais como Whatsapp, Youtube e Facebook. Os encontros serão realizados dias 7 e 8 de maio, das 9 às 12h, também no espaço Biblioarte Digital dentro da Biblioteca Centenário – Urca.

As inscrições para o LAB Cidade Literária e LAB Rede de Leitores poderão ser feitas a partir do dia 21 de março, pelo email: coordenacao@gsceventos.com.br, na Biblioteca Centenário (Espaço Cultura da Urca) ou pelo Facebook (http://www.facebook.com/feira.flipocos) As vagas são limitadas para 20 pessoas em cada projeto, sendo necessário inscrição antecipada gratuita.

Sobre a Flipoços 2016

O Festival Literário de Poços de Caldas está em sua décima primeira edição que acontece entre os dias 30 de abril a 08 de maio, no Espaço Cultural da Urca.  Com a temática central “De Camões a Machado de Assis: uma viagem pela Literatura Clássica” o evento oferecerá uma intensa programação de atividades durante seus nove dias, além do outros ciclos de literatura que são sempre abordados, como: Literatura e Espiritualidade, Literatura e Negócios, Literatura e Política, Literatura e Gastronomia, etc. A programação já está disponível no site (www.flipocos.com) e os agendamentos escolares já podem começar a serem feitos.

Sobre ONG Casa da Árvore

A Associação Casa da Árvore é uma entidade movida pelas possibilidades e os desafios de promover a cidadania a partir da cultura digital. As experiências das pessoas com esse universo permitem novas formas de leitura do mundo, de expressão cultural e de participação social, mas ao mesmo tempo, quando excluídos destes ambientes, podem levar às novas formas de exclusão e alargamento das diferenças sociais.

Criada em 2007 a ONG iniciou sua atuação em Poços de Caldas ainda em 2015, mas aproxima dos seus primeiros dez anos com atividade no Tocantins e Goiás, além de ações pontuais já realizadas em outros 12 estados brasileiros. Por esta trajetória o projeto recebeu também os principais prêmio de inovação em tecnologia social e educação, como o Prêmio Finep de Inovação 2014  (Finep/Ministério  da  Ciência  e Tecnologia), Prêmio ARede  de Inovação  em  Tecnologias  de  Educação  2014 (Momento Editorial), Prêmio TelecentrosBR 2014 (Ministério da Ciência e Tecnologia), Prêmio Funarte de Redes de Inovação (2013), entre outros.

Mais informações: 35-3697-1551 ou coordenação@gsceventos.com.br

 



DADOS INSTITUCIONAIS

Razão social: Associação Casa da Árvore
CNPJ: 09.169.589/0001-20
Endereço: Av. Prof. Alfredo de Castro, S/N, Área Especial, Chácara do Governador - Goiânia - GO