Casa da Árvore

Notícias

11923268_795727900525892_6892010921177060580_n
04 fev

LAB Criativo retoma atividades e abre novas vagas na Biblioteca Municipal de Senador Canedo

O projeto E se eu fosse o autor? em Senador Canedo começa com novidades e oferece uma série de oficinas nos turnos da manhã e tarde. A iniciativa desenvolvida pela ONG Casa da Árvore em parceria com a Secretaria Municipal de Educação abriu novas vagas e as inscrições já podem ser feitas na Biblioteca Municipal Arlete Tenório de Castro, pela internet ( http://goo.gl/forms/fcqERIQnkP ) ou pelo Whatsapp (62) 9431-2731.

Para divulgar as inscrições a equipe pedagógica da ONG está aproveitando a semana que antecede o carnaval para visitar as escolas e divulgar as novas atividades. As primeiras mobilizações foram realizadas nas escolas municipais José Carneiro e Nelson Gomes, mas as vagas estão abertas a qualquer aluno da rede pública da cidade goiana, e são gratuitas.

As atividades começam logo após o carnaval e os encontros acontecem sempre às terças e quintas. A partir do próximo dia 11 crianças com idade entre 8 e 14 poderão participar da oficina Modelando Histórias, das 8h30 às 10h30 no LAB Criativo da Biblioteca Municipal. Os que participarem terão uma experiência lúdica de leitura, integrada a criação artística explorando técnicas de modelagem com massinha, fotografia digital e ações em redes sociais.

Para os adolescentes, em fevereiro o período da tarde será dedicado à oficina de Vídeos Literários em StopMotions. Os encontros acontecem também às terças e quintas entre 13h30 e 15h30. O desafio é produzir uma série de vídeos de animação inspirados em obras literárias do acervo do projeto e da biblioteca Arlete Tenório de Castro.

Para março a programação contará com nova turma matutina para oficina Vídeo de Bolso. Já em abril o projeto estreia uma nova atividade desenvolvida pela equipe do projeto, a oficina Booktubers: criando e gerenciando um canal de vídeos sobre literatura, e Vídeos de Bolso. O semestre conclui com a oficina Histórias em Quadrinho, que acontece às terças e quintas de maio, também entre 8h30 e 10h30.

Foco da formação de uma rede de leitores

O projeto inicia seu terceiro ano em parceria com a rede municipal de ensino de Senador Canedo com foco na articulação e fomento de uma rede de leitores. Todo o trabalho realizado neste primeiro semestre de 2016 está focado em estratégias para ampliar a capacidade de crianças e adolescentes atuarem como influenciadores de leitura na sua comunidade, escola e redes sociais virtuais.

“Nos últimos dois anos nosso trabalho de monitoramento e avaliação dos processos de aprendizagem do E se eu fosse o autor? demonstraram que são os próprios alunos seus maiores influenciadores de leitura. Este ano estamos trabalhando para estimular ainda mais esta vocação como estratégia para estimular uma cultura letrada entre crianças e adolescentes do município”, destacou a coordenadora pedagógica do projeto, Denise Bueno.

Para o educador da ONG Gustavo Ferreira, o dia a dia com os participantes revela uma novas possibilidades de transformar espaços públicos, como as bibliotecas, em ambientes de produção cultural. “A cada ano vamos descobrindo formas de trazer para dentro da biblioteca as experiências informais de leitura e autoria que estes adolescentes vão construindo, por exemplo, pelo YouTube”, ressaltou o educador.

 
No início do ano a ONG Casa da Árvore foi certificada pelo Ministério da Educação como uma das 178 instituições brasileira que desenvolvem e promovem inovação em processos educacionais com criatividade (saiba mais em  http://goo.gl/fNGr7h ). O projeto E se eu fosse o autor? é realizado desde 2010 e já atendeu mais de 2500 alunos nos estados de Tocantins, Goiás e Minas Gerais, além de quase 300 professores. É certificado como Tecnologia Social pela Fundação Banco do Brasil (2010) e nos últimos dois anos recebeu o Prêmio Finep de Inovação, Prêmio ARede de Inovação em Tecnologias de Educação, Prêmio Nacional Telecentros BR (sustentabilidade social) e foi semifinalsta do Desafio Tecnologia é a Ponte, promovido pela Ashoka e Instituto Claro Embratel.



DADOS INSTITUCIONAIS

Razão social: Associação Casa da Árvore
CNPJ: 09.169.589/0001-20
Endereço: Av. Prof. Alfredo de Castro, S/N, Área Especial, Chácara do Governador - Goiânia - GO